Serviços de interpretação “ecológicos”

 | Melhores práticas de interpretação

Na Calliope temos consciência do impacto que nossas atividades profissionais podem ter no meio ambiente. Para cumprir nosso desejo de combater a mudança climática e paralelamente oferecer serviços de interpretação da mais alta qualidade em qualquer lugar no mundo, decidimos compensar nossas emissões de carbono este ano plantando 700 árvores no Brasil.

Certificado da One Tree Planted mostrando que a Calliope plantou 700 árvores

Em 2019, os intérpretes da Calliope decidiram compensar suas emissões de CO2 fazendo uma doação para uma associação ambientalista  especializada em reflorestamento. Como nossa parceira, escolhemos a One Tree Planted, uma ONG relativamente nova sediada nos Estados Unidos, que usou nossa contribuição para plantar 600 árvores na Califórnia.

Este ano, seguindo nosso desejo de contribuir diretamente ao combate à mudança climática, um comprometimento assegurado na nossa Carta Ambiental, estamos repetindo esta iniciativa. É com muita satisfação que anunciamos que decidimos continuar trabalhando com a One Tree Planted e que este ano a ONG conseguirá plantar 700 árvores na Mata Atlântica do Brasil com a nossa doação.

Por que o Brasil?

Por que o Brasil e por que a Mata Atlântica em vez da mais conhecida Floresta Amazônica? Nossa representante da Calliope no Brasil, Lívia Cais consultou dois especialistas altamente respeitados para saber se eles consideravam que valia a pena investir no país considerando-se os atuais aspectos políticos relacionadas ao desmatamento da Amazônia. Um deles é um botânico, pesquisador e professor titular ligado ao Jardim Botânico do Rio de Janeiro e, o outro, é um agrônomo especialista em gestão ambiental. Ambos concordaram com o seguinte: “...mais do que nunca, precisamos dar suporte às agências de proteção ao meio ambiente, tanto do ponto de vista financeiro quanto moral”, e ambos sugeriram plantar árvores na Mata Atlântica.

Fatos interessantes sobre a Mata Atlântica

A extensão da Mata Atlântica começa no nordeste do Brasil, passando por toda a costa brasileira do Atlântico e pelo interior, incluindo até a Argentina e o Paraguai. Apenas uma pequena parte da mata original ainda existe, mas ainda assim, é um dos ecossistemas com a maior diversidade do planeta, perdendo apenas para a Amazônia, sendo também a mais antiga das duas. Apesar de restar tão pouco dela, a Mata Atlântica continua sendo substancialmente rica quanto a biodiversidade e espécies endêmicas, muitas delas sob ameaça de extinção. Novas espécies ainda estão sendo descobertas; de fato, entre 1990 e 2006 mais de mil novas plantas que produzem flores foram descobertas. A área também permitiu o surgimento de novas espécies de primatas. Esta é certamente uma região que vale a pena preservar.

Nosso Comprometimento Ambiental

Este é o segundo ano em que a Calliope compensa suas emissões de CO2 por meio de contribuição financeira a um fundo ambiental. Reconhecemos que, como consequência da COVID-19, nossa pegada de carbono diminuiu significativamente. No entanto, não há espaço para complacência: as questões ambientais não desapareceram, e limitar ou compensar as viagens é apenas um dos aspectos de nosso comprometimento geral.  Continuaremos a envidar esforços para minimizar o impacto ambiental das soluções de interpretação que oferecemos, e também conscientizar nossos parceiros, sejam eles intérpretes, clientes ou fornecedores, sobre as questões ambientais.  E sempre oferecendo serviços de interpretação da mais alta qualidade.

Acreditamos que proteger o meio ambiente é nosso dever como cidadãos do mundo responsáveis.

Serviços de interpretação por especialistas não precisam ser oferecidos às custas da terra. Entre em contato com a Calliope-Interpreters, nossa rede global de intérpretes consultores, para discutir suas necessidades referentes à interpretação. Será um prazer ajudá-lo a minimizar a pegada de carbono do seu evento.

Partilhe este artigo: