Conselhos para oradores que se apresentam diante de um público multilíngue

 | Melhores práticas de interpretação

Ajude os conferencistas a se apresentarem diante de um público multilíngue com valiosos recursos e conselhos de especialistas.

A etapa 6 das 7 etapas para obter a melhor solução em interpretação de conferência para o seu evento orienta conferencistas a se apresentarem diante de públicos multilíngues.  Conferencistas também precisam considerar que as suas mensagens serão comunicadas em outros idiomas por meio da interpretação simultânea. Os oradores devem ter em mente que os intérpretes de conferência estão lá para ajudar as pessoas a entender o que estão dizendo. Abaixo algumas orientações e conselhos para oradores de modo que os intérpretes possam fazer bem o seu trabalho. 

Não é recomendado ler o documento

Todos nós já participamos de conferências em que os "oradores" estão, na verdade, apenas lendo suas notas ou todo o discurso palavra por palavra. Isto é menos espontâneo e interativo para o público e complica o trabalho dos intérpretes de conferência, que estão lá para garantir que a mensagem dos oradores seja traduzida em outros idiomas. É melhor que os oradores não leiam.   Incentive-os a falar de maneira natural.

Falando diretamente para o público resulta em uma apresentação mais interessante e melhora o desempenho do intérprete. As palavras são apenas uma pequena parte da comunicação. A expressão facial, assim como os gestos e a linguagem corporal do orador são importantíssimos para que os intérpretes de conferência sejam capazes de entender o que o orador está dizendo. Nem sempre a mensagem passa de maneira plena quando os olhos dos oradores estão colados no texto, que é recitado literalmente.

Envie com antecedência o material das apresentações aos intérpretes de conferência

Na etapa 2 desta série, discutimos a importância da visibilidade para os intérpretes. A tarefa de interpretação torna-se extremamente difícil quando os intérpretes não enxergam bem a tela onde são exibidas as apresentações as quais, na maioria dos casos, eles nunca viram antes. Isto é especialmente verdadeiro quando são exibidos números, termos técnicos, etc. 

Peça aos oradores que forneçam as notas, os documentos técnicos e as apresentações em PowerPoint com a maior antecedência possível. Assim, os intérpretes poderão preparar-se bem para a conferência.

Conselhos para Falar em Reuniões InternacionaisBons oradores falam devagar, fazem pausas com frequência, articulam bem as palavras e evitam usar jargão.

Oradores podem ficar nervosos, especialmente ao falar diante de grandes plateias. Quando ficamos nervosos, geralmente falamos mais rapidamente. É necessário lembrar aos oradores para falar devagar, fazer pausas com frequência e articular as palavras. Assim, os intérpretes terão mais tempo para transmitir bem as ideias do orador de forma que todos os ouvintes possam entender melhor a mensagem.

Além do ritmo e da dicção, os oradores devem lembrar-se que jargão e siglas podem ser totalmente desconhecidos para aqueles que não falam a sua língua. Portanto, é necessário explicar o jargão e as siglas, mas o melhor mesmo é evitá-los.

Este curto vídeo oferece orientações para os conferencistas que se apresentam diante de um público multilíngue. Assista e compartilhe-o com os oradores. Só vai levar um minuto.  

Baixe e compartilhe os Conselhos para Oradores, uma lista bastante útil para oradores, na nossa página de recursos para organizadores de eventos.

Agradecemos por lerem a etapa 6 da série 7 passos para obter a melhor solução para o seu evento.

E se você ainda não o fez, por favor, assine a nossa newsletter.

Partilhe este artigo: